Blog

Converta mais leads criando memoráveis calls to action para conteúdo digital

calls to action

Pense em todas as vezes que você se inscreveu para alguma coisa na sua vida. As calls to action buscam de forma inteligente e atrativa obter dados de usuários na internet. Sua correta aplicação transforma o conteúdo digital do blog, website ou loja virtual em memoráveis atratores de leads. Para lhe auxiliar, compilamos as principais dicas e boas práticas para atrair e converter usuários por meio de calls to action em leads, iniciando a jornada pelo funil de vendas do marketing digital.

o que são calls to action?

Para iniciar o entendimento sobre o que são as calls to action – CTAs – é preciso uma tradução simples do Inglês, de onde tiramos a expressão “chamadas de ação”. São elementos visuais utilizados em blogs, websites e lojas virtuais destinadas a obter informações relevantes do usuário. Componentes essenciais do marketing digital, as calls to action se esforçam ativamente na conversão de usuários em leads, onde se inicia o funil de vendas para converter clientes. O lead é o registro de cadastro de pessoas e empresas interessadas em um determinado conteúdo, produto ou serviço oferecido.

Como criar calls to action memoráveis?

Para criar de forma eficaz calls to action é preciso possuir um sistema de informação na internet, sendo os mais comuns blog, website ou loja virtual. Para criar calls to action memoráveis nestes sistemas vamos repassar as dicas principais e boas práticas para não perder uma conversão.

Qual o desejo do usuário?

Por meio de ferramentas de estatísticas de acesso integradas aos blogs, websites ou lojas virtuais é possível analisar de que forma os usuários chegaram ao conteúdo e sobre o que estão interessados. Há ferramentas gratuitas no mercado, como o Google Analytics, que podem ser facilmente integradas e utilizadas para medir os acessos, os assuntos de maior interesse e as páginas mais vistas. Estas informações são as melhores fontes para guiar a produção de calls to action.

Destaque as calls to action

As calls to action devem ter um destaque sobre os demais conteúdos. O layout deve ser atrativo com espaçamento adequado, botão e campos de formulário bem visíveis e de preferência com alguma imagem ou texto que chame a tenção do usuário. Para isso, é importante utilizar pop-ups apresentadas após certo tempo, banners compostos de frases de efeito e imagens, janelas que aparecem quando o usuário chega ao final da página e sempre que houverem colunas laterias em páginas internas.

O posicionamento das calls to action precisam aparecer para o usuário. Uma forma inteligente é posicionar as calls to action logo no primeiro enquadramento do blog, website ou loja virtual. Esta técnica aumenta consideravelmente a probabilidade de conversão. Cada página deve ter sua call to action específica, com conteúdo próprio e focada no assunto principal.

blog

Conteúdo otimizado para calls to action

Esqueça os conteúdo convencionais e genéricos de comando para os botões. Chamadas como “Clique aqui” ficam redundantes escritas em um botão. Opte por explicar no texto do botão o que especificamente está sendo apontado no link. Esta mudança auxilia inclusive o link building da página.

Crie calls to action com conteúdos reduzidos e resumidos. Escreva textos curtos, atrativos, auto-explicativos e incremente com imagens ou estilos gráficos chamativos e personalizados. Seja persuasivo para convencer o leitor a preencher o formulário com seus dados. Seja direto e estimule respostas imediatas com apelo ao senso de urgência. Mostre aos leitores a importância de clicar durante a leitura da call to action.

Testar e avaliar estratégias das calls to action

Acompanhar e medir a eficácia das calls to action é muito importante para adequar e evoluir as chamadas de ação. Para isso, teste a posição do link, modifique as palavras, altere o design dos botões e cores. Após, compare os resultados das calls to action e veja qual teve melhor resultado.

Automatize e integre suas listas de contatos

É possível automatizar e integrar as listas de contatos das converções nas calls to action. No início, pode-se utilizar serviços grátis como MailChimp e integrar aos campos da call to action, enviando cada um para uma lista específica. Com isso, a segmentação para futuras campanhas de newsletters e e-mail marketing fica organizada e otimizada. Em um segundo momento, utilizar serviços pagos de envio de campanhas garante a qualidade da entrega dos e-mails e aumentam as vendas.

Gostou das dicas? Ficou com alguma dúvida relacionada a otimização de calls to action? Escreva pra gente pelos comentários.

Samuel Adiers Stefanello
InCuca Tecnologia

Sobre o autor

Samuel Adiers Stefanello

IT Director at InCuca. Empreendedor e sócio, formado em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina, apaixonado por tecnologia e atualmente graduando em Sistemas de Informação pela mesma universidade.

1 Comentário

Deixe um comentário

Assine nossa newsletter

Não enviamos spans, apenas informações relavantes para melhorar seu ambiente virtual.

Assinatura realizada com sucesso!