Website

Saiba as vantagens do poder transformador do design

design

“Design não é apenas o que parece e o que se sente. Design é como funciona.” Essa afirmação foi proferida por ninguém menos que Steve Jobs e explica claramente a função que o design passou a tomar na virada do século XXI, considerando a globalização e o advento das redes sociais, dos blogs e demais canais digitais. E isso é apenas um dos fatores que traduzem a importância e o poder transformador do design nesses espaços digitais e no grande mercado digital como um todo.

Que tal saber mais sobre o tema e conhecer oportunidades de melhoria para o seu negócio? Então, continue acompanhando!

Website na InCuca

A mudança da percepção do “design moderno” para o “design funcional”

O que foi considerado comumente (de forma equivocada) design no século XX era o simples conceito de o produto ou serviço “parecer bonito”. Isso se deve muito à forma como o marketing era trabalhado, fazendo com que as pessoas desejassem aquele produto.

Mas, na transição para o século XXI, a percepção de valor passou de “parecer” para “funcionar” de fato. O crescimento das mídias digitais ajudou nessa mudança de percepção. Afinal de contas, não basta uma solução ou serviço terem a melhor aparência estética do mundo se não contribuírem para o funcionamento e para a otimização da experiência do usuário.

A velocidade do feedback sobre o produto, principalmente o negativo, é muito mais veloz e difundido, seja pelo Facebook, Twitter ou Reclame Aqui. Design não funcional pode gerar um prejuízo irreversível para um negócio – quase 90% das pessoas que, ao visitarem um site pela primeira vez têm uma experiência negativa, não voltarão a ele.

O marketing, nesse contexto, possui uma nova missão: oferecer o que as pessoas precisam, e não fazer com que elas desejem algo. Por conta disso, parte das grandes empresas até mesmo substitui o CMO (Chief Marketing Officer) pelo CDO (Chief Designer Officer), pois tanto produto quanto marketing tornam-se uma coisa só.

Trazendo as pessoas para o processo pelo poder do design

Quando a abordagem de lidar com o produto ou serviço passa a ser pensada por meio de seu potencial em design, a estratégia começa a ser concentrada no usuário e na forma como ele irá utilizar o produto. Para que isso ocorra, profissionais de diferentes competências se unem focados no consumidor. O que faz com que o design tenha um poder transformador atualmente e seja tão atrativo é a capacidade de gerar valor relevante para as pessoas.

Outro fator que contribuiu pra o foco na experiência do usuário foi o advento do cloud computing, isto é, a tecnologia em nuvem. Isso ajudou a reduzir custos e a gerar oportunidades para que novas empresas surgissem e melhorassem seus processos. O caso da App Store é um grande exemplo disso, tornando possível que pequenos e grandes projetos alcancem o mundo todo a um custo quase zero e oferecendo valor para o cliente.

Em 2015, foi realizado o Design for Europe Summit, grande evento que promoveu a discussão para as inovações no mercado. Nele, empresas britânicas ressaltaram o poder disruptivo e sustentável em inovação que o design gera ao colocar o usuário como foco da estratégia de marketing.

O design e o futuro da tecnologia

Saber combinar o poder transformador do design com profissionais especializados em design e inovação, com conhecimento tecnológico, faz com que a empresa não apenas cresça, mas que esteja à frente no mercado. O rápido aceleramento das tecnologias cria novas demandas e necessidades, e o design surge como um elemento capaz de implementar novas soluções e repensar a forma de lidar com problemas que estão emergindo.

Aplicativos como o Uber e o Cabify são só o começo, gerando novos caminhos e transformando mercados já estabelecidos, simplesmente conectando prestadores de serviço ao público interessado.

O mercado de design evoluiu a passos largos. Quando falamos de design, especialmente no mundo digital, não falamos só de aparência. Falamos de como direcionar uma equipe multidisciplinar para resolver os problemas de nosso consumidor utilizando o design como ferramenta transformadora. Combinar expertise em tecnologia com skills de design e inovação é uma prática que tem crescido rapidamente.

Se sua empresa ainda não está se adaptando a essa realidade, lembre-se dessa frase de Frank Chimero: “As pessoas ignoram o design que ignora as pessoas”.

Você já conhecia o poder transformador do design? Como o design é entendido em sua empresa? Compartilhe sua mensagem nos comentários!

Sobre o autor

Lucas Adiers Stefanello

CEO at InCuca. Construtor de ambientes de alta performance na internet. Apaixonado por tecnologia e comunicação é empreendedor e desenvolvedor WordPress desde suas primeiras versões em 2005, jornalista, analista de sistemas e de projetos digitais.

Deixe um comentário

Assine nossa newsletter

Não enviamos spans, apenas informações relavantes para melhorar seu ambiente virtual.

Assinatura realizada com sucesso!